22 junho 2016
OI pessoal!!!
Hoje venho fazer um desabafo!
Eu não sei vocês, mas tô beirando as 20 semanas (5 meses) e não consigo conversar com meu bebê dentro da barriga!
Me sinto envergonhada, estranha, não tenho o que falar, não sei se é porque é a primeira gravidez...
Penso: Será que falo com ele?? Me sinto muito desnaturada por não conseguir... E sou  cobrada por não conversar com o bebê...  Mas acho que tem que ser natural...
Dizem que o bebê começa a ouvir com 3 meses, outros com 5...
Algumas mães só conseguem falar depois que sentem mexer, como se fosse uma resposta a sua fala...

Sei que é muito bom pra o bebê, seu desenvolvimento e etc... Mas é difícil!

Já li para cantar, conversar, contar histórias, acariciar a barriga (essa eu faço).

O que me aliviou é que parece que  transmitir mentalmente todo o seu amor para o seu filho, podendo até mesmo conversar mentalmente com ele já vale!! (Ufa)
Peguei até referência:

Conversar com o bebê, comunicando em pensamento o amor que sente por ele porque o bebê sentirá através dos estímulos hormonais o carinho; Beatriz Beltrame - Pediatra - Tua Saúde
Mesmo podendo ser em pensamento a parte do falar é importante:
Vale tudo, contar como foi o dia, fazer brincadeiras com o bebê, colocar uma música que você gosta de ouvir. O importante é vocês, pais e mães, constituírem uma relação verbal com a criança desde muito cedo e avisá-la de que quando ela chegar vai encontrar muito amor e carinho por aqui. Revista Crescer
A formação do vínculo não é automática e imediata, pelo contrário, é gradativa e, portanto, necessita de tempo, compreensão e amor para que possa existir e funcionar adequadamente. É, também, fundamental para que possa compensar os momentos de preocupações e reveses emocionais maternos e que todos nós estamos sujeitos no cotidiano. Guia do Bebê


O jeito é se adaptar, fazer meio escondidinha até perder a vergonha, estabelecer uma rotina, falar o que está fazendo, "agora tô tirando a roupa para entrar no banho, lavar o corpinho, relaxar, ficar limpinho", meio que narrar mesmo, até ficar mais à vontade para bater um papo!
Não se sinta mal, isso é mais comum do que a gente imagina, e como não conseguimos, nos sentimos péssimas. Mas como o bebê sente tudo que a gente sente, então ele vai saber que a gente se sente desconfortável, mas saberá também que não é porque não gostamos dele ;)
Aos poucos a gente se adapta (imagino e espero), agora é treinar e aguardar cenas dos próximos capítulos... :P

Dicas de leitura rápida:
5 motivos para você manter um diálogo com seu bebê na barriga
A origem do vínculo mãe-bebê


Anuncio post

Postagens populares

Ana Ottobeli

Ana Ottobeli
Administradora, Funcionária Pública, artesã, youtuber, mãe e blogueira iniciante com o "Super Sinceras". Crítica, bem-humorada, viajante apaixonada, filha de Deus, manteiga derretida. Mergulho no mar de minhas emoções coloridas :)

O que você está procurando?

Curta nossa página e receba as postagens pelo Facebook

Tecnologia do Blogger.

TAGS

Dicas (524) Economia (379) Faça Você Mesmo (370) Como fazer (298) Decoração (289) DIY (262) artesanato (218) Customização (176) Amor (171) Reciclagem (167) Festa (151) Casa (94) Relacionamento (74) Viagem (53) Receitas (50) Beleza (49) Amigos (43) Comportamento (41) Presentes (38) Look (23) Dieta (19) Cabelo (15) Garimpos (15) Pilates (9) Papo de Márcia (8) Make (7)

Arquivo do blog

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Anuncio lateral

Anuncio lateral 2