22 agosto 2014
Quem é filha única aí levanta a mão \0/
Eu levanto as duas, porque além de ser filha única, sou filha de mãe solteira.
Se já é difícil um item, imagina os 2!?!?!
Se você é filha única, toda a carga e expectativa dos pais cai sobre você, para que seja boa, inteligente, carinhosa, versátil, prestativa, abale nos estudos, ache um príncipe encantado, compre uma casa, seja ótima profissional, super mãe com vários filhos, dando netos para a vovó e o vovô...
Se você é filha única de mãe solteira é tudo isso e MAIS ser boa como ela, se adaptar à vida como ela, conseguir fazer o que ela não fez, ser limpinha, organizada, boa cozinheira como ela... Estar disponível para programas nos finais de semana com ela, viagens, passeios... Ser uma mãe e mulher como ela, mas MELHORADA!
É difícil lidar com essas cobranças, e às vezes, elas mexem com nossa mente e nem percebemos que só estamos satisfeitas se fizermos exatamente o que nossos pais, ou mães queriam!
E o seu EU?? O que ele deseja, quer??? É a mesma coisa que os pais???
Esse "grito de liberdade" efetivo, ou da mente, é difícil de dar.
Dizer: Mãe, pai, eu vou ser o que EU quero. Vou viver como EU acho que deve ser. Tenho os MEUS sonhos para o meu futuro!!
Você não estará insultando eles, nem sendo egoísta, imprudente.
A independência amadurece, e nós, seres humanos, precisamos dar passos com nossas próprias pernas desbravando a vida e vivendo! Com NOSSAS próprias pernas, não com as dos nossos pais.
A expectativa existe, mas isso não é um manual que devemos seguir. "Te criei para casar, ter filhos e ser uma ótima dona de casa. Aí você limpa a casa como eu, cozinha como eu, estende a roupa como eu, vive como eu"...
PÓ PARANDO!!!
VOCÊ faz tudo como você quiser, achar, desejar, sonhar, quando tiver afim, se estiver...
É difícil sair de casa, é!
É difícil dividir a casa com alguém (companheiro(a)), é!
Você ainda terá que seguir regras mesmo saindo de casa? NÃO!
Somos pessoas diferentes, livres e complexas!
Às vezes você se cobra de cumprir padrões sem nem perceber, se torna inconsciente! Isso inclusive pode te prejudicar psicologicamente (comigo aconteceu isso, falei um pouco disso aqui).
Não entre nessa! Seja você, tenha sua identidade e faça o que seu EU achar que deve fazer.
O objetivo é ser feliz, livre!
Desenrole-se de regras e preconceitos, seja você!
Seus pais não vão deixar de te amar se você não for igualzinho(a) à eles!
No fim, o que eles querem é que você seja feliz!!!
Não se metendo em roubada (crimes e drogas), de resto, cultive seus valores e suas crenças!
Viva, se permita ;)


Anuncio post

Postagens populares

Ana Ottobeli

Ana Ottobeli
Administradora, Funcionária Pública, artesã, youtuber, mãe e blogueira iniciante com o "Super Sinceras". Crítica, bem-humorada, viajante apaixonada, filha de Deus, manteiga derretida. Mergulho no mar de minhas emoções coloridas :)

O que você está procurando?

Curta nossa página e receba as postagens pelo Facebook

Tecnologia do Blogger.

TAGS

Dicas (524) Economia (379) Faça Você Mesmo (370) Como fazer (298) Decoração (289) DIY (262) artesanato (218) Customização (176) Amor (171) Reciclagem (167) Festa (151) Casa (94) Relacionamento (74) Viagem (53) Receitas (50) Beleza (49) Amigos (43) Comportamento (41) Presentes (38) Look (23) Dieta (19) Cabelo (15) Garimpos (15) Pilates (9) Papo de Márcia (8) Make (7)

Arquivo do blog

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Anuncio lateral

Anuncio lateral 2